sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Memória.



Amar o perdido
deixa confundido
este coração.
Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.
As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão
Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Carlos Drummond de Andrade

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Coração que chora..



Hoje meu coração chora..queria ter conseguido dizer as coisas certas na hora certa.
Queria que entendesse os pensamento guardados dentro de mim,mas quando tento explicá-los parece que tudo piora.Sai tudo torto e diferente do que imaginava.As palavras fogem,a voz se altera,você não quer ouvir..não quer entender.Não tem tempo para meus medos,não sabe lidar com minhas inseguranças.Você deve ter as suas também.
Adorava seu sorriso,mas queria seu beijo.
Adorava seu corpo,mas queria seu abraço.
Sentia seu cheiro,mas ele não parecia ser meu.
O silêncio entre nós me incomodava.
Não eram duas vozes que se calavam para contemplar um sentimento,era um calar distante.
Estava junto mas me sentia perdida em solidão
Quis receber flores..
Quis andar de mão dadas..
Quis ser surpreendida..de alguma forma..
Quis ser cuidada..
Quis cantar uma canção de amor pra você..
Aguardava o momento em que te falaria : Como Te Amo!
Ah..se você soubesse como é fácil me fazer feliz!
Você não me percebe,seus olhares estão voltados apenas para si.
Chorei no carro,um choro mudo,retido,agoniante.A lágrimas escorriam..ao seu lado eu estava,mas me tornei invisível para você naquele momento.
Admiro suas inúmeras qualidades mas repudio seu egoísmo..sua frieza.
Quis conhecer um pouco mais de você,do seu passado..para entender alguma atitudes.Tentei..
Não quis te mudar..queria mostrar pra você um mundo de possibilidades.
Mas não consegui..o medo de te amar é grande demais.Prefiro continuar minha caminhada a procura de mim mesmo.
E assim vou vivendo..na eterna luta da razão x emoção.Tentando encontrar a medida certa para amar.
Acho que não nos pemitimos amar..
As experiências indesejadas e decepções não podem nos acompanhar,elas estavam montadas em nós.
Hoje sinto falta da sua voz,do seu Bom dia,das suas brincadeiras ao telefone tentando me enganar.
Sinto falta do que hoje sei que nunca existiu..na verdade foi tudo uma tentativa sua.
Eu quero viver um amor real..eu quero o que você não pôde me dar..

"As vezes acho que não sou o melhor pra você,mas as vezes acho que poderíamos ser..o melhor pra nós dois"

sábado, 9 de janeiro de 2010

Dívida de consciência

Qualquer dívida pode ser solucionável,abatida ou excluída,menos a dívida da consciência.



Quem não é fiel a sua consciência tem uma dívida impagável com seu própio ser.


Eu..Estou aprendendo a saldar dívidas com minha consciência.


Não é fácil reconhecer minha imaturidade e falar daquilo que me envergonha.Mas fugir de mim mesmo é perpetuar minhas mazelas,é levar para o palco do meu túmulo os conflitos do meu script.


Eu??? Quem sou?? não sei..Ando a procura de mim mesmo e ainda não me achei.


Uma mente complexa em busca de descomplicação


Sou apenas uma caminhante a procura de mim.


A minha procura por si só..já era o que eu queria achar...









quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Busca




Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que...
não sei onde...
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...


(Clarisse Lispector)

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Sopro de amor



"Vou seguir sempre meu coração..
A Preocupação olha em volta,
A Saudade olha para trás,
A Descrença olha para baixo,
A Fé olha para cima
A Esperança olha para a frente,
O EU SOU vive o AGORA!"

Filhos de Gaia


O nosso planeta está doente, febril, Ele está tentando expulsar os parasitas (nós) de si.
Se Gaia está doente, precisa de ajuda pra ser curada. Então, que tal conversar com ela? Quem sabe, dessa forma podemos saber o que fazer para que nossa relação com ela seja mais equilibrada, de modo que beneficie a ambos os lados. Pena que todos nós, humanos, costumamos conversar apenas entre nós mesmos. Tente fazer isso com uma macieira, ou um cavalo!
Os animais não-humanos são capazes de ouvir Gaia. Podem até prever catástrofes como terremotos, furacões e erupções. Nós, seres humanos, também podemos.Mas o nosso egoísmo,nos faz usar da inteligência em benefício próprio, sem pensar no que o planeta sente a respeito. Isso diminui a capacidade de nossos sentidos, e nem notamos os pássaros cantando na correria do nosso dia. Estamos atentos somente ao que nos interessa.
A física quântica diz que estamos todos interligados. Precisamos entender a língua do planeta, temos que estar atentos ao vento, ao latido de um cachorro, às plantas crescendo, às nuvens, ao mar.. como entender o significado desses fenômenos? Por que o vento está soprando forte? Por que o cachorro não pára de latir, apesar de não haver outros cachorros latindo ao longe? Por que as folhas das árvores estão mais secas, ou escuras?

Dias de chuva intermináveis são às lágrimas de tristeza do planeta.Soa metafórico....

São os detalhes dos fenômenos que determinam seu verdadeiro significado. O amor pelas pessoas, pelo verde..todas as cores, o cheiro, o gosto, o som, a textura, o visual e a intuição.Compreender os detalhes fundamentais para entender o que diz e sente nosso planeta. Talvez, por meio do desenvolvimento dos nossos sentidos, sejamos capazes de estabelecer a conexão que nos permite acesso à psicologia de Gaia.
Assim, não seremos mais considerados “parasitas”, mas amigos da natureza. Aprenderemos a conhecer o multiverso por meio do que Gaia nos diz, utilizando a tecnologia em benefício do homem e da natureza, simultaneamente. Aprenderemos a dar e receber amor a quem nos deu a vida.
Assim se dará o trabalho do novo homem na nova Terra e Deus abençoará a todos os que cuidarem com amor de suas criaturas e de si próprios.