sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Comunicação

Faz parte do nosso dia a dia o julgamento que cada um faz de situações e pessoas.
Frequentemente são deduções equivocadas,incompletas ou tendenciosas.
De uma forma ou de outra o que sempre nos engana é nosso julgamento falso e a eterna vontade de estarmos sempre certos.
E o grande vilão nessa história toda é o nosso cerébro que muitas vezes dá como certo um pensamnto que carece de mais informações.Mas insistimos em preencher essas lacunas de dados com pressuposições.Uma grande armadilha para a boa comunicação.
Quando tiver certeza absoluta da intenção de alguma pessoa,pare e permita-se pensar em outros pontos de vista possíveis.Isso não quer dizer largar suas convicções,apenas ampliar seu ponto de vista e entendimento do mundo. O entendimento do outro.
Ir contra o cérebro é a mais difícil das virtudes,mas é preciso!É necessário!
Uma mensagem pode ser ofensiva a alguém,mesmo que você dicorde desse alguém.
Talvez em alguns momentos,fazer insinuações um pouco mais controversas para instigar uma ou outra reação pode até ser válido.Mas antes de falar ou fazer alguma coisa certifique-se de que realmente é necessário e se o prejuízo não será maior que o benefício.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Conversa de skype

..até suspirei agora.
 um suspiro que vem a toda hora..
 que me persegue..e me assombra..
Suspiro de dor..suspiro de amor,
Suspiro da flor que teima em florescer.
 tão sem piedade..nem tenta se esconder..
teima em me rodear..todos os dias..
 até quando??
 não sei..acho que estou  amando..